#9 No transporte público

Dúvida e incerteza

Mulher é muito engraçada. Algumas lutam pela liberdade e não submissão aos homens. Outras se rastejam e tem aquelas que fazem os homens se rastejarem por elas. Mas quase todas são inseguras quando um relacionamento começa, ou recomeça.

Na quinta passada estava indo embora para casa no meio do horário de pico. Dei sorte de entrar no vagão e encontrar um lugar para sentar na linha azul.

Eu estava completamente imersa no livro de Stieg Larsson (“A rainha do castelo de ar”, volume III da Série Millennium) quando o senhor do meu lado levantou e duas amigas vestidas com calça preta e blusa roxa, se aproximaram. A menos magra sentou ao meu lado.

– Ai, Pri..eu não sei o que eu faço com o Daniel, to muito brava – disse a que estava sentada.
– Por que, Carol? – perguntou a que estava em pé.
– Ele veio me dizer que vai viajar por uma semana para a Bahia.
– E dai?
– E daí que vou ter que ficar em casa?
– É nada, amiga…sai. Quem disse que você tem que ficar trancafiada toda vez que ele viaja?
– É…verdade
– E outra. Vocês voltaram agora a namorar, sai mesmo. Não tem nada a perder.
– É..você tem razão. Mas isso que me incomoda. Acabamos de voltar e ele já vai viajar com os amigos?
– Ué, do que você tá reclamando? Semana que vem você viaja comigo e com as meninas.
– É, mas eu não queria que ele fosse.
– Ah, amiga…pára com isso. Nem faz duas semanas que voltaram e tá assim? Deixa ele viajar, passeia muito e depois viajamos nós.
– Pode crer.
– Não vai querer repetir o que aconteceu da outra vez, né?
– Ah, não…claro. Dessa vez fico longe da mãe dele. Sogra maldita.
– A família do seu namorado é um saco mesmo. Não me desce a mãe dele nem aquela irmã…menina nojenta.
– hahahhahaha
– hehehe
– Me irrita muito o controle que a mãe dele tem dele.
– O que aconteceu?
– Ah, ela olha a fatura do cartão de crédito dele todo dia na internet.
– Sério?
– É..daí ela viu que tinha lá o valor do Hotel Ibis e foi perguntar o que era.
– E o que ele disse?
– Falou que tinha ido dormir no hotel. Aí a mãe dele perguntou se ele tava bêbado e tinha ido para lá para não dirigir.
– Affe. E o que ele disse?
– Aí ele falou que tinha ido dormir comigo. Mas ele só me contou essa história porque a mãe dele ligou pra ele hoje na hora que estávamos almoçando. Daí ele disse que tava comigo e eu perguntei desde quando ela sabia.
– Entendi. Mas meu, mesmo assim eu acho que você deve sair..ele vai farrear na Bahia e você vai ficar em casa?
– É, vou sair. Ele vai ficar chocado, mas vou sair.

Estação Sé, desembarque pelo lado esquerdo do trem.

Saí do vagão pensando em quanto algumas mulheres têm o azar de ter uma sogra como essas que olham fatura do filho. Pior foi ver que a moça devia ter uns 25 anos e imaginar que o cara deve ter a mesma idade. E ter uma mãe controladora assim? Nossa…algumas coisas ficaram na idade média mesmo.

Veja +
#8 No transporte público – Fones de Ouvido
#7 No transporte público – Brasil sai da Copa do Mundo
#6 No transporte público – O que é o respeito?
#5 No transporte público – O jogo do Brasil
#4 No transporte público – amor entre amigas
#3 No transporte público – cidadão e funcionário
#2 No transporte público – mulheres e futebol
#1 No transporte público – o riso é o melhor remédio contra o mau humor
No transporte público – o que é isso?

One thought on “#9 No transporte público

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s