O café e o amor

Hoje eu quero falar do café.  O café existe há mais de mil anos e desde seu nascimento, passou por diversas modificações.

Encontramos seus grãos nas mais diversas formas: pretas, ardidas, quebradas, mal granadas, dentre outras. Anos passaram e fomos capazes de criar novos sabores a partir do café, como o expresso, americano, com chantilly, com creme, canela, leite, rum, chocolate…hummmm

São tantas opções, um mundo de sabores para você experimentar. O mesmo acontece com o amor. O amor não é fixo e imutável. Ele vai moldando, transformando sentimentos e o nosso modo de ser.

Para fazer um bom café, existem requisitos básicos como encontrar o melhor pó, usar água filtrada. É preciso saber a hora certa de apagar o fogo e usar um bom coador para chegar ao sabor desejado.

Com o amor, é a mesma coisa. Encontramos aquela pessoa especial que faz o nosso coração bater mais forte. Vamos alimentando o amor com outros sentimentos puros como a amizade e também o respeito.

O fogo é importante…e como é importante, não é mesmo? Mas lembre-se, tem que tomar cuidado para não queimar. E não se esqueça, o amor pode ser incrementado para ficar ainda mais saboroso.

 

Lido e publicado na fan page da Nativa em 14 de abril de 2015.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s