Espelho


Como nada se cria, procuro sempre um espelho para me inspirar

Sabe aquele professor que faz valer a pena pegar uma hora de trânsito só para assistir à aula dele? Sabe aquela matéria que te faz ir todas as aulas mesmo que não tenha chamada? Sabe aquele conteúdo que te faz pensar não só na disciplina como na sua própria vida? Pois é…eu tive isso este ano.

Confesso que a primeira aula de quinta-feira foi sempre a mais aguardada da semana. E não é porque estava perto do final de semana não!! É porque o professor é realmente muito bom.  Á primeira vista, você não dá nada. Um cara magrelinho do tipão nerd que chega sem carregar material nenhum. A aula dele só é giz na mão. Ele era daqueles que inicia a aula às 19h em ponto e prende a sua atenção até o bater do sinal.

Antes que as mentes maliciosas se manifestem quero deixar claro que não me refiro a beleza (eu não vou pra faculdade ficar babando em professor), mas sim ao conteúdo. Ele sabe muiito. Desde citações inacreditáveis de livros que você nunca ouviu falar, falando a página, parágrafo e tudo milimetricamente igual, até analogias que você nunca parou para pensar.

Falando assim até parece que ele é o nerd insuportável, mas não. Você pode conversar sobre qualquer assunto: desde Crepúsculo ao pensamento de Freud sobre a sociedade. É inacreditável. Tão jovem e já com doutorado e livros lançados, esbanja simpatia e conhecimento.

Pena que ontem foi o derradeiro dia de aula com ele. Podia ter mais dois anos que a gente não enjoava. Tenho certeza que muitos da minha turma ou que já tiveram aula com ele, pensam igual.

Já fizemos nossas homenagens: milhares de maçãs no dia dos professores, uma instalação de giz na mesa da sala de aula e ontem aplausos quando ele anunciou que o programa estava terminado.

É realmente o espelho que eu estava buscando. Encontrei ali…na minha segunda faculdade.Foi vendo pessoas assim que me entusiasmei a seguir em frente e entrar de vez no mundo acadêmico. Um dia ainda serei professora universitária e espero chegar perto do que ele sabe.

Olha só o que ele fala sobre ser professor:

“Os melhores professores que tive eram professores por vocação.
Não faziam das aulas um bico ou complemento de renda. Era sua diversão e, por coincidência, seu trabalho.
Ensinar, para eles, era parte de um processo de aprendizagem: os melhores professores que tive não sabiam apenas ensinar, mas tinham uma vontade constante de aprender.”
Leia mais.

Anúncios

Gravando!


Trabalhar no Ikwa me exige uma atividade que eu, particularmente, gosto muito: fazer reportagens em vídeo. Para mim, cada matéria é um novo desafio que me entrego de corpo e alma porque eu aprendo muito com os entrevistados e comigo mesma. A cada gravação sinto que vou dando mais um passo e ao ver a matéria no ar, sinto que estou evoluindo. E dentro disso, tem vezes que um vídeo se destaca.

E esta semana foi ao ar uma matéria que com certeza vou guardar no coração pra vida inteira. “Duas carreiras ao mesmo tempo” foi muito especial para mim nem tanto pelo assunto, mas como a equipe resolveu abordar o tema. Ela fala de pessoas que têm dois empregos e mostra como eles lidam com a rotina puxada. E eu senti na pele o que é se dividir em duas para dar conta do trabalho.

Thumb da matéria que foi ao ar hoje, 03 de março de 2010

A ideia da duplicação não foi minha, mas veio num momento muito especial. Foi muito trabalhoso gravar, regravar, trocar e destrocar de roupa, decorar texto e ainda pedir que o Ikwa inteiro ficasse sem falar alto pra gente conseguir gravar as intervenções na matéria. Mas confesso que a dor no corpo e o cansaço compensou o resultado final e me sinto orgulhosa. Só tenho a agradecer por ter participado de algo tão legal.

Espero de coração que a gente tenha mais ideias criativas assim porque além de ter aprendido muito, a diversão foi garantida. Sei que este texto tá muito meloso, mas quero deixar claro que não foi encomendado, foi só a consequência de um trabalho bem feito: satisfação.

A alegria vem junto com o sentimento de: “será que o público vai gostar?”Eu espero que sim. Se você ficou curioso para ver a matéria, acesse aqui e não deixem de comentar, aqui ou lá, o que acharam.

Para ver todas as inserções, inclusive as que não foram para a matéria, veja o vídeo abaixo.  Participação do Newman me ajudando nas falas! Valeu,  Minhoca