O resgate do tigre, Colleen Houck


Depois de ter lido “A promessa do tigre” e “A maldição do tigre” me vi na obrigação de ler “O resgate do tigre” da Coollen Houck.

Se você ainda não leu pelo menos uma das obras acima, peço que pare de ler este post porque pode ser que tenha algo que adiante algo da história e sei que tem muita gente que não gosta de saber nada.

Sinopse:

“Fé. Confiança. Desejo. Até onde você iria para libertar a pessoa amada? Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d´água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren -, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey.

Em O resgate do tigre, a aguardada sequência de A maldição do tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. ”

Realmente este livro tem mais ação, mais suspense, mas também um pouco mais de chilique de Kelsey, a personagem principal. Chegou um momento em que me vi em Crepúsculo, quando a adolescente se vê dividida entre dois amores. De fato, tem horas que torcer para o casal feliz cansa. Mas tem uns momentos engraçadinhos. Tirando esta parte que achei um tanto chatinha, a obra me surpreendeu.

Belas aventuras que a dupla Kelsey-Kishan teve que passar e mais de uma vez me peguei imaginando como seria um filme ou seriado sobre a saga. Que vontade que deu de conhecer Shangrila e mais: veio aquela vontade doida de ver uma estátua da deusa Durga de perto e também conhecer um senhor tão fofo como Phet.

A aventura aqui também lembra um pouco um jogo de videogame: passar fases, recolher objetos mágicos e desvendar mistérios. Eu simplesmente devorei o volume 2 e não aguentei e comprei o 3 e 4 logo na sequência. A autora me ganhei, eu comprei a história, acreditei e espero, de verdade, que ela não me decepcione no final.

HOUCK, Colleen. O resgate do tigre. Editora Arqueiro, 2012.

 

Anúncios

A promessa do tigre


Olá, este post é destinado ao livro “A promessa do tigre” de Collen Houck, autora da Saga “A maldição do tigre”. Eu fiquei sabendo deste livro quando descobri a saga e resolvi começar por ele, já que a sinopse explicava que ele era o início de tudo.

“Mais de 300 anos antes de Kelsey Hayes surgir na vida de Ren e Kishan, uma jovem cruzou o caminho dos príncipes. Seu amor por um deles mudou o curso da história e o destino da família Rajaram.

Criada longe dos olhos da corte, isolada do convívio no castelo, Yesubai luta para suportar os maus-tratos do pai e manter em segredo suas habilidades mágicas. Lokesh é um poderoso e cruel feiticeiro que foi capaz de assassinar a própria esposa porque ela lhe deu uma filha em vez de um filho.

Ao completar 16 anos, Yesubai é surpreendida por um anúncio do rei. Procurando fortalecer suas relações diplomáticas, o nobre acredita que um casamento entre a filha de Lokesh, comandante de seu exército, e um pretendente de algum dos reinos vizinhos será uma boa estratégia para diminuir os conflitos na região.

A jovem recebe a notícia com alegria. Pela primeira vez ela enxerga um fio de esperança, a perspectiva de escapar do controle do pai e de levar uma vida fora do confinamento de seus aposentos. Mas esses não são os planos do feiticeiro. Ele vê no iminente casamento de Yesubai uma oportunidade de conseguir ainda mais poder e não poupará esforços para atingir seus objetivos sombrios.

A Promessa do Tigre conta a origem da história dos príncipes Ren e Kishan e os acontecimentos que levaram às aventuras da aclamada série A maldição do Tigre.”

No começo do livro me senti perdida porque não fazia ideia de quem era quem. Mas não demorou muito para me habituar. Em “A promessa do tigre” conhecemos a história de Yesubai sob o seu ponto de vista. Logo de cara podemos dizer que a obra é fantasiosa e me lembrou de certa forma Harry Potter por mexer com magia. E como sou fã da série, me senti instigada a querer conhecer o poder da menina.

A partir da sua trajetória, nota-se uma relação de submissão, quase escravidão, de sua filha perante o pai, Lokesh. O livro possui apenas 6 capítulos e 111 páginas numa letra grande e agradável. Achei excelente para quem tem medo de encarar uma séria. A autora nos dá um gostinho de sua escrita e também de uma ideia do que esperar da Saga do Tigre.

Se você ainda não iniciou a série, recomendo que inicie por “A promessa do tigre”. Se preferir não ler, não se assuste, não irá te atrapalhar com os outros 4 volumes, mas está aí uma oportunidade de ler mais sobre Lokesh e a rivalidade entre Ren e Kishan, além de entender o início da maldição.

E aí, topa?

HOUCK, Collen. A promessa do tigre. Editora Arqueiro, 2014.

Público: para quem gosta de literatura estrangeira, séries, magia, mitologia e não se incomoda com história de amor adolescente.