Treinos de janeiro


Olá,

Uma das metas de ano novo era também anotar todos os treinos, sem pular um dia sequer. Eu uso um aplicativo e também site chamado Runstatic. Existem vários, mas este eu me encaixei bem. Além de registrar as nossas atividades físicas, ele é rede social e conversa com outro aplicativo/site que uso: myfitnesspal. Assim, cada vez que subo um treino, ele automaticamente atualiza as calorias gastas no site onde anoto o que como.

Claro que não levo ao pé da letra as calorias gastas porque a gente sabe que cada organismo é de uma forma, mas dá pra ter uma base. Segue abaixo o meu calendário de treinos. Lembrando que iniciei a reeducação alimentar no dia 2 de janeiro de 2014.

 

treinos janeiro

Resumindo: em 30 dias, deixei de treinar 11. Ora era dia off, era foi porque me atrapalhei e não deu tempo de treinar. Eu tenho sérios problemas em gostar de musculação, mas dividi (com a ajuda do marido) o meu treino assim:

Treino 1: Costas + Tríceps + Corrida
Treino 2: Pernas + glúteos
Treino 3: Peito + Bíceps + corrida
Treino 4: Pernas + glúteos (outros aparelhos e sequências)
Treino 5: Ombros + corrida
Treino 6: Pernas + glúteos

e vai repete…

Claro que o abdominal tem entrado quase todos os dias pra dar aquela fortalecida rs. Normalmente faço um aquecimento na bike de 5 a 15 minutos, vai depender do meu tempo para treinar.Fico, em média, 1h30 na academia. Teve dias que corri na rua e acabei deixando a musculação de lado. Juro que estou tentando me disciplinar, mas não é fácil.

E você, como divide o seu treino?

 

 

 

 

Diário da RA – Dia#14


O dia oficial da pesagem é amanhã e já estou ansiosa rs…

O que estou gostando de postar aqui é que não tem jeito de comer o que escondi. (aliás, esconder o que comi rs) E pensando nos pequenos abusos que ando fazendo já estou sentindo que o resultado na semana #2 não será tão incrível quanto a semana #1.

Data: 15.01.14

Café da manhã:
400 ml de NRG + 400 ml de Thermojects da Herbalife
1 colher de sopa de chia + shake de morango da herbalife batido em 250 ml de leite desnatado.

Almoço:
Sopa detox com frango grelhado.
almoço

Pré-treino:
Peito de peru e queijo branco no pão integral. 1 BCAA

Pós-treino + jantar
Herbalife 24 hours Rebuild Strenght + Shake de morango cremoso da Herbalife com leite desnatado.
pós treino

Lanche:
Uma fatia grande de melancia.

melancia

Água: 2,5 litros

HPV – Vacina


vacinaHoje o assunto do blog vai para o lado da saúde. Há algum tempo eu vinha namorando a ideia de tomar a vacina contra o HPV (doença sexualmente transmissível que pode levar ao câncer de colo de útero), mas pelo preço, fui deixando de lado. Até que surgiu uma campanha de vacinação no trabalho que apresentou um preço mais camarada e eis então a chance de tomar a vacina.

Conversei com a minha ginecologista e ela me autorizou. Existem dois tipos de vacina contra o HPV, a bivalente que protege contra os dois tipos de vírus que são os maiores causadores de câncer de colo de útero e o tetravalente que, além de proteger contra os vírus que mais causam, previnem também o aparecimento de verrugas. Aqui no trabalho estão aplicando a bivalente que é comercialmente conhecida como Cervarix.

Existe idade para tomar a vacina? Em uma pesquisa rápida pela internet dizem que é melhor tomar ainda quando criança, com 9 ou 10 anos, pois o organismo produz uma quantidade alta de anticorpos, ou seja, conforme vamos envelhecendo a nossa capacidade de produzir anticorpos vai diminuindo (isso explica porque idosos ficam doentes com mais facilidade). Dizem também que uma data limite seria os 26 anos (ops, minha idade), mas nada impede que mais velhas também tomem a dose.

A vacina é aplicada em 3 doses. Eu tomei a primeira. A segunda dose será daqui a 30 dias e a terceira depois de 180 dias. Ela tem uma durabilidade de 10 anos.

É importante lembrar que a vacina previne, mas não trata e que a visita ao ginecologista é muito importante. O exame que detecta essa doença é o tradicional (e incômodo) Papanicolau.

Quem me conhece sabe do meu pavor de agulhas, mas tive que ignorar o meu medo. Fui até o ambulatório com a minha cara de coragem e voilà, tomei a vacina. A picada não dói (de verdade), mas a vacina entrando arde e muito. O meu braço ficou mega dolorido e continua dolorido (eu tomei ontem e ainda doi, ou seja, nada de musculação nos braços por enquanto). Quero deixar claro que não é uma dor insuportável, mas incomoda. Eu gosto de dizer que é a mesma dor quando você leva um tombo ou uma pancada: se não mexer na região, você nem lembra, mas esbarrar, encostar ou bater a dor grita demais! Rs.

Quase perco a coragem de lembrar que em pouco tempo sentirei essa dor novamente, mas é melhor prevenir, não é mesmo?

E você, tomou essa vacina?

 

3 meses and keep couting


Com certeza se tivesse pegado mais firme, estaria com resultados maravilhosos! Mas…com seus precalços, tive recaídas, mas não desisti. Até participei de uma corrida forte, como a do shopping aricanduva. Sem contar que estive no “fervo” de terminar o TCC (coisa que está em seus momentos finais).

Eu tinha mencionado no mês anterior que fui olhar dentro de mim. E fui mesmo. Procurei uma nutricionista e ela me passou uma dieta. Não era nada impossível, mas tem se tornado difícil porque eu tenho dificuldades de levar a sério. Feio demais, eu sei. Na endócrino, ela também disse que estou muito acima do peso e que devo emagrecer, mas única coisa preocupante nos meus exames foi o nível de triglicérides, melhor maneirar nos pães e farinha branca.

Porém, eu engordei. Fiz bem menos exercício que no mês anterior e ainda comi muito mais. Resultado: a balança aumentou em 600 gramas. Foram 46 km de corrida em 7 horas. , três horas a menos que mês passado e 20 km a menos. Bem feinho…mas não posso desistir. De medidas, do mês passado cá, aumentei 10,5 cm dos 17 que havia perdido…que horror. Bora deixar focar mais. Sem desistir!

Olha a água, olha a água!


Não é de hoje que ouvi falar que a baixa umidade do ar traz alguns problemas para a saúde, ainda mais para quem tem problemas respiratórios. Não é o meu caso, mas São Paulo está sendo meio castigado com isso nessas semanas que passaram.  Me sinto mais cansada, tive  dores de cabeça e os meus olhos têm coçado muito. Tive até uma tosse bizarra.

Eis que fui pesquisar e tudo isso não passa de uma reação do meu corpo por causa do ar seco.  Mas como melhorar tudo isso? Vem as dicas:

1.Beber muita água – hidratar é fundamental. O corpo segura toda a água por causa da estiagem. Abasteça-o bem para que ele entenda que pode funcionar normalmente já que estamos nos cuidando.
2. Comer frutas que contenham água como melão, uva e melancia
3. Evitar o sal
4. Exercícios dentro da academia. Correr ao ar livre neste tempo seco não é adequado porque o seu corpo não quer transpirar para economizar água. Eu corro na esteira e já senti que transpirei menos que o normal, mesmo me hidratando direito.
5. Procure ficar em locais úmidos – aqui no trabalho até trouxeram uma fonte rs…
6. Evite banhos quentes e use creme hidratante. A pele também sofre com essa secura toda.

É bem por ai. Se você estava bebendo 2 litros de água por dia, o jeito é aumentar essa quantidade. E respirar com calma. É o jeito.

Meta para meus 25 anos


Nessa coisa toda de ficar sem comer chocolate, de iniciar a corrida na esteira e ainda cuidar melhor da alimentação me faz querer estabelecer uma meta mais concreta. Em março eu faço 25 anos. Será que eu consigo chegar aos 60kg ou menos até lá? Digo isso contando com o aumento de massa magra também, né?! Aí..seria algo de 6 a 7kg em 3 meses. Hum…vou tentar!!! Afinal, foi 1kg a menos em menos de duas semanas…acho que dá sim!! Tenho que ter é MUITA disciplina.

Vamos à luta! Vou continuar com a Herbalife (me sinto bem com o shake, thermojects e o multivitaminas), mais comida saudável, litros de água e frutas..quem me acompanha?

Papai Noel saudável


Desafio de Natal - Quality Life Na academia que eu frequento inventaram um desafio de Natal.  O máximo que você conseguia correr (em km) durante 40 minutos. Nunca fui fã de corrida, mas percebia que era raro encontrar (nunca vi pra falar a verdade) um corredor gordinho. Normalmente são bem magros e suas porcentagens de gordura são baixas. Resolvi me inscrever neste desafio por causa disso, ainda mais depois que minha endocrinonoligsta deu a dica de que a corrida é um dos exercícios que diminui mais rápido o nível de glicose e insulina no sangue. Aí não teve jeito, tive que tentar.

Tudo bem que não treinei como deveria, mas hoje já consigo ao menos trotar por alguns minutos na esteira. Aquela sensação de que vou morrer não existe mais, ainda bem. É difícil pra mim, muito. Não consigo correr o quanto gostaria, mas sei que isto é questão de tempo e prática.

Fiz o desafio. Na maior parte eu caminhei rápido..ainda não consegui correr por mais de 5 minutos, mas fiquei impressionada com um senhor de idade ao meu lado que correu 8,5km em 40 minutos. Impressionante! Me inspirou demais! Fora que a endorfina depois de um exercício puxado é muito boa.

Então…vou inserir mais a corrida no meu treino. Transpirar muito, pingar de tanto suar e sair com aquele sorriso no rosto. Ser igual ao Papai Noel da foto: malhar pra eliminar as gordurinhas! Yeah!

E, falando nisso…13 dias sem chocolate já! Yeah! Estou muito feliz! E algumas pessoas já notaram que estou emagrecendo..as calças TODAS precisam de cinto..que beleza!! Rumo à uma vida mais saudável! =)

Tchau, chocolate (2)


Olá,

É com grande alegria que venho anunciar que já estou no 6º dia sem comer chocolate. E o melhor de tudo, fui me pesar e emagreci 0,7 kg…hahhaha Se for neste ritmo, chego a um peso legal até o fim do ano fazendo os mesmo exercícios e comendo melhor.
Isso me prova que o que me impedia de emagrecer eram os chocolates diários! Super foco! Amanhã é a grande provação: tem aniversário do meu irmão e mamis fez tijolinho! Vixi…tenho que passar longe! Mas sei que consigo. A primeira semana sempre é a mais difícil e já estou passando por ela! Eba!

 

 

Saúde!


Já faz alguns anos que eu brigo com a balança (que mulher não briga?rs). Na minha adolescência eu buscava pelo handball e as aulas de educação física uma maneira de emagrecer. Me achava enorme, mas olhando as fotos daquela época, não era tão gordinha não. Só tinha aquele pneu em volta da cintura. Mesmo assim, me achava imensa.

Aos 16 anos entrei em um regime radical. Meu café da manhã eram duas torradas com queijo cottagae. Não comia nada no lanche da escola.Meu almoço era apenas um filé de frango grelhado e duas fatias de alface. Não jantava. E ainda fazia esteira 30 minutos todos os dias. Não demorou muito para que eu emagrecesse 10 kg. Se não me engano, foram 2 meses.

Fiquei magrela, mas a barriguinha ainda saltava. Eu ainda me achava gorda. Virei antissocial. Não saía para comer e percebi que estava com um hálito terrível por mais que escovasse muito os dentes. Só fui perceber o quanto estava magra (49kg) quando tiraram uma foto minha e vi meus ossos saltando, que tinha perdido todas as minhas curvas (não eram muitas) e que eu parecia doente.

Preocupada com a neurose, comecei a comer como gente normal. Cuidava, claro. Não comia nada de fritura e sofria com a ausência de doces, mas me matinha ali no frango grelhado. Porém, continuava antissocial..nunca saía para comer. Quando ia, bebia um copo d´água. Meu peso foi para 56kg e eu estava até que feliz com isso.

Tudo mudou quando comecei a namorar meu noivo. Era realmente chato não sair com ele porque não comia nada. E então, resolvi mudar. Só que eu esculhambei. Não o culpo, culpo a mim mesma.

No primeiro ano de faculdade eu consegui manter o peso. Afinal eu ainda não trabalhava, só estudava de manhã. No meu segundo ano, o bicho pegou. Má alimentação na certa (comer na rua não é nada fácil) e comecei a engordar. Mas não foi muito, fui para 58kg.

Me formei em jornalismo com este mesmo peso (entre subidas e descidas da balança). Entrei de férias e malhei como uma condenada. Iniciei o curso de rádio e tv pesando 56kg novamente. Estava super contente.

Seis meses depois, arranjei o meu primeiro emprego. Com o tempo mais escasso, engordei. Fui para 60kg e eis que o meu desespero começou. Ia de regime e regime até emagrecer. Foi o ano sanfona…emagrecia, engordava, emagrecia e engordava. Saí do meu emprego com 62kg e fui estagiar onde estou atualmente. Mais um sufoco: engordei MUITO.  E para piorar a minha situação os níveis de colesterol e triglicérides em meu corpo eram muito altos. Quando cheguei aos 65,6kg  e 32,7% de gordura e meu nível de desespero foi maior que a aversão à academia.

Em janeiro deste ano, me matriculei. Ia todos os dias. Emagreci 3kg em 45 dias. Estava empolgadíssima.

Eis que a massa magra começa a se desenvolver. O peso não diminuía, só aumentava. Veio o desânimo. Engordei um pouco de gordura sim, mas também de massa magra. Queria resultados mais rápidos. Afinal eu estava malhando todos os dias.

Pela derradeira avaliação (feita em agosto…sim, já tenho que fazer outra) eu vi que estava com 67kg, 30% de gordura e que ganhei 3kg de massa magra. E meu IMC ainda indica sobrepeso.

Claro que o problema está na alimentação. Sou quase viciada em chocolate (difícil ficar mais de 2 dias sem comer), mas estou na luta…sempre buscando forças e incentivo..até encontrar o blog PENSANDO MAGRO. A menina conseguiu, com muita luta, emagrecer 24kg em um ano. Leio os posts dela e me indentifico na maior parte deles e percebi que é possível sim emagrecer.

Falta apenas 1 mês para o Natal. Quero evitar dietas milagrosas que me farão engordar quando eu não aguentar mais seguir à risca. Vou seguir meu treino e dizer tchau ao chocolate. Será que consigo não comer até o dia 24/12? Este é o meu desafio do verão.

Espero conseguir e não me boicotar. Quero marcar a a avaliação justamente na semana do Natal…até mesmo para ter um incentivo e não esculhambar nas festas de fim de ano.

Graças ao esforço de não comer massas e pães eu consegui baixar meus níveis de colesterol e triglicérides para fora da zona do perigo. Mas a glicose..tá alta demais. Por isso, força para não comer doces, principalmente o chocolate.

Será que essa coisa de ficar escrevendo a dieta, sucessos e fracassos funciona? Vou tentar.  Vai que alguém se inspira como me inspirei na Camilla do PENSANDO MAGRO?