Renda extra trabalhando a partir de casa


Olá, tudo bem?

Procuro pessoas que queiram fazer renda extra trabalhando a partir de casa sem deixar de fazer o que faz hoje.

 

Anúncios

Metas para 2018


Normalmente a gente planeja as tais metas para o ano alguns dias antes da virada, mas desta vez acabei resolvendo postar hoje.

Acho muito legal a ideia de fazer uma lista daquilo que nos propormos a fazer numa virada de ano. Aproveitando este sentimento de renovação, que traz esperança e até força para conseguir sonhos antigos e até mesmo realizar novos, é isso que torna esta lista tão especial.

Que este ano seja infinitamente melhor que o ano passado, este é o meu principal desejo. Vamos para as metas?

  1. Emagrecer
    Passei por tanta coisa que vivi um certo efeito sanfona. Mas agora vai. Iniciei hoje o meu primeiro desafio de 90 dias e sei que terei os resultados esperados. Vou postando a evolução aqui.
  2. Cortar o refrigerante e alimentos. 
    Eu tinha ficado uns bons anos sem ele, mas ano passado voltei como se nunca tivesse parado. A partir da meia noite de 1 de janeiro, já cortei. Sei que a gente passa aquela vontade, mas sei também que é algo que dá para viver sem muito bem!  Ainda na parte de vida saudável, quero fazer uns testes comigo. Do tipo: 90 dias sem comer açúcar, só pra ver como me sinto e o efeito que isso vai ter em mim. Veja bem, não vou tirar alimentos essenciais, só aqueles que sei que em exagero fazem mal. Tchau, doces.
  3. Praticar atividade física e voltar a correr. 
    Não apenas no quesito da perda de peso, mas sim como estilo de vida. O lance aqui é vencer a preguiça e tornar a atividade física um hábito, como escovar os dentes.
    Há dois anos eu tive uma lesão meio séria na batata da perna por conta do muay Thai e parei praticamente tudo: luta e corrida. A luta ainda deixarei de lado, mas quero voltar a correr, fazer ao menos uma prova de rua este ano e bater a meta de correr 5km abaixo de 30 minutos (ainda não consegui nos anos anteriores).
  4. Usar hidratante e protetor solar todos os dias
    Cheguei aos 30 e já vi que a pele não é mais aquela coisa de adolescente rs rs, então, bora vencer a preguiça e hidratar a pele. O protetor já uso no rosto, mas nem todos os dias. Por isso, já que é pra colocar a mão no creme, coloque de uma vez rs.
  5. Mais disciplina
    Confesso que muitas vezes a preguiça me venceu, mas este ano quero fazer a minha força de vontade ser maior que qualquer sono ou cansaço. Não significa que não terei meus momentos de descanso, mas sim que aproveitarei ao máximo cada minuto de trabalho.
  6. Viajar de avião
    Planejar e ir pra algum lugar com o marido. Descansar a mente, repor as energias e voltar com aquela sensação delícia que só uma viagem gostosa é capaz de dar.
  7. Ler mais livros
    Ah, minha meta preferida. Amo ler, mas não quer dizer que mantenho isso como hábito diário. Quero ler mais romances, livros de desenvolvimento pessoal e treinamentos. Meta de 2018: 40 livros. Quem sabe até resgatar a minha ideia de booktuber….(será? rs )
  8. Escrever mais
    Voltar a escrever meus pensamentos, ideias…eu sei exatamente porque deixei isso de lado no ano passado, mas quero voltar. Afinal, sempre escrevi. (oi, blog, você será atualizado). Neste assunto, também ser produtora de conteúdo (oi, freelas).
  9. Redes sociais
    Ser menos dependente do celular (eita que tarefa difícil), principalmente nos momentos de lazer. Viver um pouco mais offline (do tipo não correr para o celular toda vez que ele apita rs)
  10. Ser bem sucedida no meu negócio
    Décima, porém não menos importante meta! Afinal, minha vida mudou completamente (ainda escreverei sobre isso) e agora estou com um Espaço Vida Saudável. Estou amando e sei que fazendo o trabalho do jeito que tem que ser feito, já deu certo.

E você? Quais são as suas metas para este ano?

#thidesafio3dias


Dia das mães passou e eu espero de verdade que você tenha tido a oportunidade de ficar ao lado da sua mãe, mesmo sabendo que você deve ter se empanturrado de comer. Afinal, toda mãe faz a gente repetir o prato e gosta de nos ver rolando no sofá em quase um coma alimentar dizendo que ela é a melhor cozinheira do mundo, certo? hehehe

Brincadeiras à parte, quero aproveitar que hoje é segunda-feira e te convidar para um desafio que eu aceitei.

#thidesafio3dias é o primeiro passo para você começar a mudar seus hábitos alimentares, é aquele empurrão que você estava precisando para mudar de vez a sua vida.

Eu iniciei na semana passada e mandei embora 5 cm de barriga! É muita coisa. Mas não parei nos 3 dias, já resolvi encarar logo 30 dias!

E aí, quer conhecer? Assista ao vídeo abaixo.

Night Run – Etapa Marte


Nesse sábado, dia 12 de abril, foi a minha primeira corrida de rua noturna. A Night Run é organizada pela O2 e a incluí no pacote que fiz da Running Pass este ano.

Fiquei pensando em todas as vantagens de participar desta corrida: não ter que madrugar, poder me alimentar melhor e chegar lá mais hidratada. Eu sabia que o percurso seria dentro do sambódromo e região e já imaginei que o percurso seria praticamente plano. O que eu temia aconteceu: corrida lotada…mas tudo bem….foi menos pior que a Circuito das Estações porque a pista era mais larga.

Mas vamos ao Kit:

Kit night run

 

Acho que foi a primeira vez que vesti uma camiseta de corrida de manga cumprida. E confesso que deu desespero porque estava calor, mas tudo bem…era de noite…uma brisa salvaria (mal sabia eu que viria uma tempestade rs rs). A bolsa em ráfia vem com zíper e é térmica. Muito genial! Este treco verde é tipo um bracelete que pisca luzinhas….eu adorei! O copo também é incrível e a medalha, linda!

Eu gostei que desta vez retiramos o chip no local de retirada do Kit e não na prova. Assim, fica menos tumulto.

A nossa largada estava marcada para às 19h30. Saímos de casa às 17h30 e pegamos um trânsito animal! Chegamos 19h20 e resolvemos assistir à largada e depois correr por causa da muvuca.

Foi uma das largadas mais emocionantes que vi! Luzes, balada, locutor animado..uma verdadeira festa!

Quando estava largando, reconheci a Camys, do Pensando Magro, pela GoPro flutuante e pelo cabelo dela. Foi a hora de dar aquele tiro e alcançá-la rs rs….

Depois, fui para o trajeto e me concentrei em mim. Estava ouvindo música, feliz da vida, prestando atenção na respiração e encantada por correr dentro do Sambódromo. Como eu detesto Carnaval, jamais imaginei que pisaria ali, mas confesso que a estrutura é bem legal (com exceção dos banheiros que eram mais nojentos que banheiro químico).

percurso

 

Comecei a sentir um calor da preula e de repente, umas gotinhas começaram a cair. Pensei: oba, chuvinha pra refrescar! O que?? Caiu o maior temporal! Eu estava ainda no km 3 quando o teaser de Noé apareceu.

Meu tênis começou a ficar pesado de tão encharcado que estava e eu morrendo de medo de perder o celular pra chuva. Vi várias pessoas escorregando e desacelerei pra não dar de cara no chão rs

e quando vi: plaquinhas de 500 m, 400 m….nossa…estava chegando no fim já. Cruzei a linha de chegada com 40’04”. Foi um tempo terrível, eu sei, mas estava há um tempo sem correr e fui na calma.

Quando encerrei a prova, vieram os problemas. A chuva apertou ainda mais e tinha aquela tradicional fila imensa para retirar a medalha. Tudo isso a céu aberto, só tomando chuva. Quando encontrei o marido, resolvemos ir embora logo porque ficamos com medo de resfriado. Imagine só: seu corpo começa a esfriar da corrida e tá todo encharcado? Não dava não.

Fomos para o carro e amém senhor que tínhamos levado duas toalhas cada um pra sentar no banco e camisetas extras. Mesmo assim, molhamos o carro pra caramba. E estava a maior pra sair do estacionamento.

Minha nossa! Contras da prova: estacionamento caro pra caramba e falta de cobertura para eventuais chuvas rs.

A nossa tradicional foto teve que ser feita dentro do carro mesmo rs rs 20140412_205251[1]

 

Agora estou no aguardo das fotos oficiais…será que saí em alguma? rs

 

Correr no parque – 2º round


Opa….tô gostando que estou conseguindo cumprir algumas das minhas metas de 2014 e uma delas era correr em um parque ao menos 8 vezes. E nesse final de semana eu consegui mais uma vez!

A companhia: marido e padrinhos/afilhados de casamento.
O parque: era para ser o Villa Lobos, mas como estava tendo a prova da Track and Field estava impossível de chegar lá de carro, então fomos ao Ibirapuera.
O trajeto: Foi a primeira vez que fui lá com este objetivo. Antes sempre ficava largada na grama, ou andava de bike ou ia até no planetário. Fizemos o percurso lá de dentro e o nosso trajeto deu quase 6 km. Corremos 3km e andamos o restante.  Estou gostando de ver que a comadre emagreceu horrores e está curtindo a corrida =)

O tempo estava muito bom. Aquele friozinho típico do outono de manhã (fomos às 08h), sem som e sem chuva. Uma delícia. E, claro, teve a minha deliciosa água de coco depois.

O nosso pré-treino foi tapioca com mussarela e pós treino, o Herbalife Rebuild Strengh 24 horas.

Para encerrar o post, nós tentamos fazer a famosa foto #selfie, mas uma moça muito gentil se ofereceu para bater a foto 😉 20140323_094617

Circuito das Estações Mizuno – Outuno


No último dia 16 de março eu participei da primeira corrida do pacote Running Pass da O2 corrida (saiba sobre o Kit aqui). Foi a Circuito das Estações Mizuno, etapa Outono.

Esta foi a primeira das quatro provas do circuito. O percurso é o mesmo e achei que seria interessante porque daí vemos a nossa evolução na corrida mesmo a cada dois meses. O kit é lindo de viver:

1kit_basico

Camiseta de Poliamida, mochila de pano, toalha de rosto, lata personalizada e a medalha.

Pontos positivos do kit: veio bem recheado e podia retirar em mais de um dia.
Pontos negativos do kit: o chip da corrida é retirado apenas no dia da prova e a camiseta solta uma tinta lascada na hora de lavar.

Mas vamos falar agora da prova:

Eu já havia corrido em algumas ali na região do Estádio do Pacaembu: Circuito do Sol e a Meia Maratona de São Paulo, mas nunca vi uma prova tão lotada quanto esta. Lotada de tendas de corrida e lotada de gente. Mas tipo, lotada mesmo!

Fui querer respeitar o meu setor (verde, o penúltimo) e me lasquei. Muita gente andando em batalhões e tinha vários momentos que  a pista era apenas uma faixa de carros e você se sentia forçado a andar porque nem dava para escapar pelas calçadas. Infelizmente, não foi uma prova que pude testar o meu tempo por causa das pessoas andando. Fiquei muito decepcionada. Aquele povo lá que bate palmas pra te animar bem que tinha que orientar quem quisesse andar a ficar na direita, igual deveria acontecer com carros.  Para completar o pânico, quando encerrei a prova, estava a maior muvuca do mundo para retirar a medalha. Uma fila gigante e quase sem orientação.  E todo mundo parado! As frutas estavam horríveis de feias e nem tive coragem de pegar. Água, praticamente sem gelo porque não davam conta de repor e gelar a tempo.

É uma prova relativamente cara e pelo que andei pesquisando a cada ano está mais lotada. Pelo que andei lendo estava mais calmo para correr os 10k (fui na de 5). E já me avisaram: se prepare que todas são assim.

O que vou fazer? Vou chegar muito cedo na próxima prova e largar atrás do pelotão e corro pela direita. Aí os melhores me passam, mas não sou atrapalhada por quem quer andar.

Se você está lendo este post e nunca correu, uma dica: vai, amigo. Mas se sentir a necessidade de andar, fique na direita. Não atrapalhe os outros.

O meu tempo oficial foi este abaixo. Mas sei que eu era capaz de ter completado abaixo de 36 minutos.

outono

 

 

IMG-20140316-WA0000

Marido e eu pós-prova

A minha próxima corrida é a Night Run, dia 12/4 e espero que seja mais tranquila do que esta.

Meta #8 Adeus refrigerante por um ano


Neste post, eu coloquei que uma das metas de 2014 é abandonar o refrigerante.  Então, resolvi escrever aqui como está sendo.

refri não

Para não ficar milhões de posts no blog sobre este mesmo assunto, irei atualizando este aos poucos.Todo mundo sabe os malefícios de beber refrigerante…eu mesma sei, mas parece que a ficha não caía para parar com isso de uma vez.

Dia 1 – 01.01.2014
A gente sempre acha que o primeiro dia de uma nova meta é o mais fácil: foco total, gás ultra mega power e tudo mais, mas neste caso já começou difícil. Sabe por que? Por que estamos falando de um feriado, o primeiro dia do ano com as comidas mais deliciosas do mundo e: refrigerante na mesa. Neste dia eu estava na praia, na casa dos sogros e o que tinha na mesa: guaraná e suco de caixinha.  Minha boca salivou para abrir uma lata, mas consegui me segurar na água. Por que não bebi o suco de caixinha? Porque não sou muito fã. Dentro desta nova etapa, quero tentar focar nos sucos naturais e muita água. Não foi fácil, mas venci.

Dia 2 – 02.01.2014
Voltei a trabalhar neste dia e assim eu acho muito mais fácil não beber refrigerante até porque no almoço, graças aos céus, tenho a opção de sucos e os deliciosos chás da feel good que tanto adoro.

Dia 3 – 03.01.2014
Hoje é sexta-feira e teoricamente seria um dia que o refrigerante poderia me sondar, mas como estou trabalhando e a noite me propus a ir na academia, fica um pouco mais fácil de não trombar com ele por aí.

Data: 04.01.2014
ah, o final de semana. Como eu relacionava isso ao refrigerante. Com esforço, consegui passar longe dele rs…bebi mais água, chá feel good e comi frutas pra me distrair.

Data: 05.01.2014
Teve churrasco, mas mais uma vez fui salva pelo feel good e pelo delicioso suco de melancia que minha mãe fez.

Data: 06.01.2014
De verdade: fugir de refrigerante durante a semana pra mim tem sido mais fácil que tudo na reeducação alimentar. Água na veia! rs

Data: 07.01.2014
Apesar de ter jantado fora, em um shopping, fugi dele bem.

Data: 08.01.2014
Tranquilo, sem passar vontades!

Data: 09.01.2014
Foi aniversário da chefe e teve refrigerante. Amém que passei longe, mas confesso que deu vontade sim.

Data: 10.01.2014
Malhar à noite tem as suas vantagens: evita de jantar fora e foge do refrigerante!

Data: 11.01.2014
Apesar de ser sábado, fui malhar e fiz faxina. Nem deu tempo de pensar no refrigerante.

Data: 12.01.2014
Domingo foi dia de receber amigos para almoçar em casa. O segredo para não colocar o refri na mesa? Suco natural. A escolha do dia foi suco de laranja. Delícia.

Data: 13.01.2014
Mais uma semana inicia e, como já disse, tenho achado fácil fugir dele durante a  semana.

Data: 15.01.2014
Durante a semana, tranquilo!

Data: 16.01.2014
Neste dia foi tenso. Tive na minha frente a combinação pizza + refrigerante e amém que neguei as duas rs

Data: 17.01.2014
Fui trabalhar a noite em uma externa com a rádio. Ainda bem que o lugar tinha suco. Sim, me entupi de suco de laranja natural rs

Data: 18.01.2014
Até tinha refrigerante em casa, mas amém que tinha melancia. Me acabei no suco rs

Data: 19.01.2014
A salvação veio com o chá feel good.

Data: 20.01.2014
Apesar de ter ido almoçar no shopping, foi fácil fugir do refrigerante.

Semana – 21 a 31 de janeiro
fiquei um tempo sem atualizar o post, mas quero dizer que estou conseguindo me manter firme e longe do refrigerante. Não quer dizer que não passo vontade, mas não sofro por não beber.

Fevereiro de 2014 – Fiquei tanto tempo sem atualizar este post, mas posso dizer que tenho me mantido firme. Às vezes dá muita vontade, ainda mais quando vamos na casa de alguém. Mas a solução que encontrei foi, por exemplo, levar o meu chá (linha feel good) ou até mesmo levar um melão e fazer o suco na casa da pessoa rs rs rs…faz parte

A derradeira atualização deste post havia sido em 1º de março. E hoje, dia 13 de outubro, posso dizer feliz que estou vivendo bem e feliz sem o refrigerante. Minhas alternativas continuam sendo suco de frutas naturais e os chás da marca feel good. A vontade está cada vez menor. Confesso que às vezes dá uma vontadezinha, mas consigo me livrar dela fácil.

O segredo? Tenha sempre frutas naturais em casa e, no meu caso, algumas caixas de 1 litro do chá. E pronto! Livre do refrigerante!

Resultado: dez dias sem pão


Olá, demorei para postar a respeito disto, mas cá estou. No dia 22 de janeiro, estava olhando o instagram e dei de cara com a @tetemorgado. Ela se desafiou a ficar 10 dias sem pão e pensei: vou fazer o mesmo!

Desafio: 10 dias sem pão

Como foi? Olha, primeiro dia foi até que tranquilo. Fui de frutas e tal. Mas e aí que os lanches começaram a se repetir: granola, frutas, tapioca…deu uma enjoada, mas foi bom para ver que existem outras coisas além do delicioso/amado pão.  E começou a ficar difícil. Tive que me controlar muito. Entrar em padarias e não comer nada….foi engraçado até. E percebi que eu comia muito pão mesmo. Tipo, todos os dias, mais de uma vez. Bizarro.

A ideia deste desafio pra mim era aprender a escolher outras opções de lanche, além do pão. Parece besta isso, né? Mas não é. Quem tem o hábito alimentar ruim (como eu tinha) sabe que vai procurar sempre os lanches mais fáceis, que não dão trabalho no modo de preparo e que sejam baratos. Este desafio me fez ver que preciso me mexer, criar coisas novas e, por isso, deu certo.

Ontem mesmo encontrei uma receita de panqueca com banana e mandei ver. Ficou bom, viu?! Jantei sem o pãozinho. Se bem que, com pré treino à noite, eu acho que a melhor opção ainda é o pão integral com peito de peru e queijo branco. Me sacia e permite que eu treine e saia de lá sem morrer de fome.

Hoje já estou pesquisando receitas do famoso pão dukan. Tudo isso para evitar a farinha branca e aprender a comer coisas que jamais pensaria em comer como aveia. Sim, eu nunca tive o costume de comer aveia, estou aprendendo.

É isso aí! Estou pensando qual será o meu próximo desafio. E você, já se desafiou a deixar de comer algo? O que? E deu certo?

 

Treinos de janeiro


Olá,

Uma das metas de ano novo era também anotar todos os treinos, sem pular um dia sequer. Eu uso um aplicativo e também site chamado Runstatic. Existem vários, mas este eu me encaixei bem. Além de registrar as nossas atividades físicas, ele é rede social e conversa com outro aplicativo/site que uso: myfitnesspal. Assim, cada vez que subo um treino, ele automaticamente atualiza as calorias gastas no site onde anoto o que como.

Claro que não levo ao pé da letra as calorias gastas porque a gente sabe que cada organismo é de uma forma, mas dá pra ter uma base. Segue abaixo o meu calendário de treinos. Lembrando que iniciei a reeducação alimentar no dia 2 de janeiro de 2014.

 

treinos janeiro

Resumindo: em 30 dias, deixei de treinar 11. Ora era dia off, era foi porque me atrapalhei e não deu tempo de treinar. Eu tenho sérios problemas em gostar de musculação, mas dividi (com a ajuda do marido) o meu treino assim:

Treino 1: Costas + Tríceps + Corrida
Treino 2: Pernas + glúteos
Treino 3: Peito + Bíceps + corrida
Treino 4: Pernas + glúteos (outros aparelhos e sequências)
Treino 5: Ombros + corrida
Treino 6: Pernas + glúteos

e vai repete…

Claro que o abdominal tem entrado quase todos os dias pra dar aquela fortalecida rs. Normalmente faço um aquecimento na bike de 5 a 15 minutos, vai depender do meu tempo para treinar.Fico, em média, 1h30 na academia. Teve dias que corri na rua e acabei deixando a musculação de lado. Juro que estou tentando me disciplinar, mas não é fácil.

E você, como divide o seu treino?

 

 

 

 

Vida saudável – Semana #4


E o dia da pesagem oficial chegou! Estava tão ansiosa que até sonhei que a balança de casa tinha quebrado rs. Estava preocupada, pois na semana passada eu mais descansei da academia do que malhei e ainda tive uns deslizes na alimentação, mas ei que inciei a semana pegando pesado na academia e o resultado veio.

Na semana passada eu estava com:

Peso em 23/01/14

Peso em 23/01/14

E o peso hoje de  manhã:

semana4

Peso em 30/01/2014

Sim! Foram 400 gramas a menos na balança! Eba! Eu estava esperando menos de 200gr por causa da semana passada,mas amém que ela voltou a descer. Foco! Para sair do sobrepeso faltam 7,3 kg.

Se quiser acompanhar as semanas de pesagem, clique aqui: Semana #1 Semana #2 Semana #3

E vamos rumo à semana #5!

Diário da RA – Dia #22


Não é porque hoje foi dia de pesagem e a balança apontou um peso menor que eu tive menos vontade de comer as coisas. De verdade, a cada dia eu me pergunto quando que a reeducação alimentar fica fácil. O mais difícil de tudo é pensar magro. Dá vontade de comer tudo, mas tenho que pensar na minha saúde.

Mas chega de blá blá e vamos ao diário.

Data: 23.01.14

Café da manhã: Shake de chocolate cremoso da Herbalife com leite desnatado + um danone com chia.

Almoço:
Salada Caeser sem croutons (por causa do desafio 10 dias sem pão). Aí caí na tentação: comi um pedaço de bolo de banana caseiro. Sim, estava uma delícia rs.

Jantar:shake no leite desnatado.

Lanches:
Salada de Frutas, Granola com banana (trouxe de casa) e 6 bolachas Nesfit.

Água: quase 3 litros.

Diário da RA – Dia #21


Amanhã é dia de pesagem oficial e imagine se não estou ansiosa? MUITO! Tipo, MUITO! Tanta ansiedade que até comentei com uma amiga que nunca um mês se arrastou tanto quanto janeiro. Impressionante, quando não estava fazendo reeducação alimentar, nem via  o tempo passar. Agora que procuro comer a cada 3 horas e ainda pensar no que irei ingerir, tudo é muito arrastado. Dá desespero!!!

Vamos ao diário?

Data: 22.01.2014
Café da manhã: Shake de chocolate da Herbalife, leite desnatado e uma colher de sobremesa de chia. 400 ml de NRG da Herbalife.

Almoço: sopa detox e frango grelhado (pra desinchar mesmo rs)

Jantar: shake de chocolate da Herbalife com leite desnatado.

Lanches:
5 bolachas nesfit de leite e mel, 1pêra, 1 pêssego e 1 ameixa. E bolacha belvita (jaca). Hoje também foi o chocolate da semana.

Água: 2, 5 litros.

Saldo: muito acima 😦

Diário de RA – Dia #19


Olá,

Segunda-feira, dia universal da dieta…rs rs

Vamos lá:

Data: 20.01.14

Pré-treino:
Granola com leite e 400 ml de NRG.

Pós-treino + Café da manhã: Herbalife 24 hours Rebuild Strenght + Shake de chocolate cremoso no leite desnatado.

Almoço:
Arroz, pepino, beterraba, frango grelhado, um pedaço pequeno de torta, um minusculo pastel e uma mini coxinha (ixi). Sobremesa: Frozen yorgurt de morango.

Lanche: 1 pão de queijo

Jantar: alface, milho, arroz 7 grãos e frango grelhado. Sobremesa: melão.

Água: 2, 5 litros.

Diário da RA – Dia#14


O dia oficial da pesagem é amanhã e já estou ansiosa rs…

O que estou gostando de postar aqui é que não tem jeito de comer o que escondi. (aliás, esconder o que comi rs) E pensando nos pequenos abusos que ando fazendo já estou sentindo que o resultado na semana #2 não será tão incrível quanto a semana #1.

Data: 15.01.14

Café da manhã:
400 ml de NRG + 400 ml de Thermojects da Herbalife
1 colher de sopa de chia + shake de morango da herbalife batido em 250 ml de leite desnatado.

Almoço:
Sopa detox com frango grelhado.
almoço

Pré-treino:
Peito de peru e queijo branco no pão integral. 1 BCAA

Pós-treino + jantar
Herbalife 24 hours Rebuild Strenght + Shake de morango cremoso da Herbalife com leite desnatado.
pós treino

Lanche:
Uma fatia grande de melancia.

melancia

Água: 2,5 litros

10 mandamentos para permanecer firme na dieta


Li isso no grupo #pensandomagro do Facebook e tive que compartilhar!

10 mandamentos para permanecer firme na dieta:

1 – Não contarás a ninguém.

Fale menos sobre sua dieta e faça mais! Algumas pessoas encontram “consolo” no fracasso alheio e inconscientemente torcem contra, outras pessoas simplesmente não tem nada para te oferecer de incentivo e na tentativa de auxiliar podem fazer comentários e observações que não irão acrescentar. Se decidir fazer dieta, simplesmente faça, planeje e se for pedir ajuda peça a quem realmente pode te ajudar, que gosta de você e torce para que dê certo. Uma boa opção são pessoas que já passaram e venceram os desafios.

2 – Não aceitarás guloseimas oferecidas por amigos e familiares:

Você não precisa aceitar tudo o que lhe oferecem. Saiba dizer “não obrigada!” e jamais diga “não posso, estou de dieta”; as pessoas tem uma tendência de te confortar dizendo: “imagina, só um pedacinho não vai te engordar” e é neste pedacinho que você pode iniciar um mar de desculpas e se desviar dos planos alimentares.

3 – Fugirás dos pensamentos sabotadores.

Evite os pensamentos sabotadores e procrastinadores, do tipo “só hoje”, “só um pedacinho”, “amanhã eu começo a dieta”, “não tem problema comer isso”, “segunda-feira eu começo”, “amanhã compenso isso”. Seja firme e não volte atrás em suas decisões,por isso pense bem antes de estabelecer metas muito duras.

4 – Priorizarás o seu tempo.

“Não tenho tempo” não é desculpa para não seguir a dieta. Tempo é uma questão de prioridade. Pode ser difícil, mas não é impossível. Lembre-se: nenhuma vitória cai na cabeça de ninguém, todas elas exigem um certo investimento de tempo e planejamento. Planeje seu dia, suas refeições, tenha sempre uma garrafinha com água, um lanche saudável na bolsa.

5 – Afastarás dos seus olhos todas as tentações.

Se você não quer cair em tentação, não tenha “gordices” em casa, ao alcance da mão, encha a geladeira e os armários com opções saudáveis, o velho golpe de”comprei para as crianças” que você sempre cai não pode mais te derrubar, pare de dizer que compra para os outros quando é você quem come. Não faça para os outros aquilo que você não pode comer. O que os olhos não veem…

6 – Não desistirás.

Tenha em mente que você está reeducando sua alimentação, transformando hábitos; não está prisioneira de uma dieta.É um processo e mudar leva tempo, as vezes dói, porém dói mais ainda permanecer do jeito que está. Seja persistente. Lembre-se: se você quer a vitória, é preciso fazer algo que nunca fez e ir além de onde a maioria vai.

7 – Manterás o foco nas atitudes que te aproximam da tua meta.

Avalie o seu dia e tenha uma . Quanto mais você ficar maquinando que enfiou o pé a jaca no domingo, que comeu demais no aniversário ou exagerou no almoço, menos ânimo e força de vontade você terá para continuar. Foque nas pequenas mudanças e atitudes positivas!

8 – Não cobiçarás a dieta do próximo.

O que é bom pra um, pode não ser bom para outro. Uma dieta saudável não é receita de bolo, que qualquer pessoa faz e dá certo. Cada indivíduo tem as suas particularidades, perfil alimentar, preferências. Não se engane só porque o outro está tendo resultado com tal dieta.

9 – Evitarás propagandas enganosas e produtos milagrosos.

Não existe mágica. O peso que você perde rápido, tão rápido irá recuperar. Lembre-se: o emagrecimento saudável é um processo lento, porém, duradouro.

10 – Beberás bastante água entre as refeições.

A água é tudo, afinal, ela faz parte da nossa composição corporal. Diurético natural, precisamos dela para eliminar as toxinas do organismo.

Diário da RA Dia #3


Vixi, chegou o final de semana. Eis os dois dias que costumo colocar tudo a perder. Todo o esforço da semana costumava se perder e junto com ele o foco.

Vamos começar pelo dia #3, sábado dia 04/01/2014.
Acordei umas 10h e pouco e de pré-treino fui com granola e leite desnatado. Fui para academia e voltei mais ou menos 13h30. Bati o Whey com água porque sabia que já iria almoçar.
Almoço: um mega omelete com dois ovos e queijo muçarela. De sobremesa: granola, chia e leite desnatado.
Jantar: dois sanduiches de queijo muçarela no pão light 10 grãos da wickbold com uma colher de sopa de maionese hellmans.

Hoje o consumo de carbo foi baixo e consumi muita gordura e proteínas, deve ser por isso que me senti cansada.

Lanche: 4 bolachas nesfit de cacau.

Água: 2 litros.
Beber mais água e equilibrar carbo, gordura e proteína.
Simbora!
Como foi o seu sábado?

Meta de 2014 – Corridas de rua


Fiz um post dizendo que uma das minhas metas em 2014 era participar pelo menos de 4 corridas de rua. Pois bem, graças a um amigo de trabalho, conheci o Running Pass da O2.

A O2 é uma organizadora de corridas de rua e ela lançou este pacote que dá descontos para as provas de 2014. Existem vários combos: Circuito das Estações (4 provas), Série Delta (3 provas) e também a possibilidade de montar seu próprio combo com até 8 corridas. Os descontos podem chegar até 45%. Não são todas as cidades do Brasil que têm isso, apenas São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza e Campinas.

Quando vi isso, conversei com o marido e vimos que esta é uma oportunidade perfeita para nos comprometermos a correr na rua e não parar de treinar. Escolhemos o pacote de 6 corridas (pegamos as 4 estações, night run e a eco run), todas em 5 km com o objetivo de diminuirmos o nosso tempo (e aproveitando que estamos há muito tempo sem correr). A primeira já é em março, ou seja, temos um pouco mais de 2 meses para voltar a correr direitinho.

Fiquei feliz também porque de cara já vou cumprir a minha meta de correr na rua, aliás…vou até ultrapassar rs…e também veio o incentivo de não parar de correr mesmo. E quem sabe já bato a minha outra meta de correr 5km em menos de 30 min? ***sonho***

Bora lá! Quem vem junto?

Pós – Natal


Olá, já tentando cumprir a meta #12 Atualizar o blog toda semana, cá estou eu!

Hoje eu quero falar daquela sensação pós Natal. Para quem está na luta contra a balança o Natal pode ser a jacada-mor da vida. Tem tanta coisa pra comer que a gente normalmente sai rolando. Neste ano, eu comecei a prestar a atenção no que eu estava colocando no prato e também dando aquela conferida no prato dos outros. Não querendo ser enxerida, mas eu sempre acho que como demais e queria comparar aos outros pra ver se eu sou realmente um saco sem fundo.

E sabe que isso ajudou? Comi menos. Beeeem menos. Obviamente que não foi a refeição saudável porque me permiti comer arroz com batata e ainda dei espaço para a sobremesa, mas segui uma orientação da época em que ia à nutricionista: se for comer alimentos fora da sua dieta, maneire na quantidade. E foi o que fiz. Não repeti o prato, comi aquela quantidade que me dispus, comi pouca sobremesa e deixei o refrigerante de lado. Ponto pra mim! Foi tanta evolução que de noite eu até senti fome rs… Digo isso porque normalmente a gente come tanto que não tem fome por dois dias depois do Natal, rs.

O jantar foi outra jacada. Fui em uma hamburgueria com o marido,mas não ataquei o prato de batata frita rs….vamos melhorando aos poucos, né?

O mais divertido de tudo isso, além de passar um tempo com a família e dar boas risadas, é acompanhar as brincadeiras nas redes sociais como a imagem abaixo.

É isso aí! Agora é voltar ao foco e às atividades!

Imagem

Tchau, 2013


Pensa num ano que virou o meu mundo do avesso? Sim, foi 2013. Muitas coisas aconteceram, muitas mesmo. Mudanças extraordinárias que quando paro para analisar, parece que vivi 5 anos e não apenas 12 meses.

Fazendo uma retrospectiva, vamos lá:

Em janeiro uma grande decisão foi tomada: Amor e eu marcamos a data do casamento. E compramos a viagem para Paris. Assim, tudo de uma vez! Eu ia casar e logo em seguida realizar o sonho de conhecer esta cidade luz maravilhosa. Como uma boa ariana, a ansiedade passou a fazer companhia todos os dias.

Neste ano, foquei na alimentação e vida saudável. Conheci o muay thai, boxe e até encarei a musculação. Entre idas e vindas encerrei o ano com o mesmo peso que iniciei: 70 kg. Emagreci um tempo, voltei a engordar e no final das contas posso até dizer que mantive o peso rs. Não era bem o peso que queria, esperava estar agora com 60 kg, mas..faltou mais determinação.  Não irei usar a desculpa do casamento não, foi falta de planejamento mesmo. Eu nunca tive um ano tão estressado e ao mesmo tempo tão feliz. O lado emocional ficou a flor da pele durante todos os meses. Alguns sustos no caminho, algumas decepções, mas sei que aprendi e amadureci um bocado.

– Lado incrível de 2013: casei, moro na minha própria casa, ganhei uma afilhada muito amada e amadureci
– Lado tenso: nada de emagrecer e algumas outras coisinhas que prefiro deixar pra lá e começar 2014 com mais firmeza.

Metas para 2014?
Minhas 30 resoluções:

Não está por ordem de prioridade, posso ir completando em ordem aleatória.

1) Sair do sobrepeso. Isso significa pesar abaixo de 62 kg. Ou seja, nos próximos 12 meses, tenho que diminuir 9 kg na balança.
2) Usar manequim 40. Atualmente estou no 44/46.
3) Ter a medida da cintura abaixo de 80 cm. Atualmente, 88.
4) Beber mais água, todos os dias.
5) Malhar pelo menos 144 vezes ao ano, o que daria uma média de 3 vezes na semana. Caso consiga ir mais, beleza. Se uma semana for apertada, vou mais vezes na semana seguinte.
6) Anotar todos os treinos e alimentações em uma agenda.
7) Correr 5 km em 30 minutos (na rua e na esteira)
8) Adeus refrigerante por um ano
9) Ir para a praia ao menos 6 vezes em 2014
10) Ler 10 livros
11) Fazer algum curso
12) Atualizar o blog toda a semana
13) Tirar mais fotos, imprimir mais fotos
14) Editar mais vídeos
15) Conhecer um lugar novo
16) Comer chocolate no máximo 1 vez por semana. Anotar quando comer.
17) Correr em algum parque ao menos 8 vezes no ano.
18) Me estressar menos
19) Comprar patins e voltar a andar
20) Participar de pelo menos 4 corridas de rua
21) Cozinhar receitas dukan e outras receitas mais saudáveis
22) Continuar trabalhando com o que eu adoro
23) Comprar uma sapateira e criados mudo.
24) Rir mais
25) Fazer as unhas com mais frequência (aprender de uma vez ou ir mais vezes ao salão rs)
26) Usar protetor solar e hidratante todos os dias
27) Assistir à uma peça de teatro
28) Ir mais vezes na piscina
29) Namorar/maridar muito
30) Me amar mais! Muito mais!

Bora lá! Que 2014 seja incrível! E quais são os seus planos para 2014?

4 meses and keep counting


É com imenso pesar que engordei. A balança subiu e as medidas aumentaram. Eu sei onde está o meu erro: na alimentação. Me permiti comer muito e muita coisa que não é bom para o corpo. O resultado? Gordura a mais no corpo. Mas isso foi um belo de um tapa na minha cara que tenho que me policiar mais, malhar mais e ainda comer direito. É a única forma de emagrecer, não tem milagres, não tem jeito.

Tô triste? Pra caramba, mas isso não vai me fazer desistir. Preciso pensar magro pra toda vida e não quando emagreço 1kg e volto a comer como uma porca doida. Agora nem mais desculpas eu tenho, este é o último mês da faculdade: tchau, gordices.

Consegui identificar mais erros: pouca água, muito pão e doce. Bora beber mais água, afinal com esse calor o corpo ta precisando. Deixar o meu amado pãozinho de lado e cair fora dos doces de vez…eu não sei brincar de comer só um pouquinho, então é melhor cortar mesmo. O meu desafio “tchau, chocolate” durou apenas uma semana, que tristeza.  A minha meta para este mês é chegar aos 65kg. São 3 kg a menos, haja esforço. Mas sei que é possível levando em consideração que burlei a dieta da nutricionista….

O que mudou neste mês: fiz mais exercícios que o mês passado. Foram 10 horas, 56 minutos e 11 segundos divididos entre pilates e corrida. Corri 56,7 km este mês que se passou, quase 10 km a mais que em setembro. Sem contar que nos últimos dez dias iniciei o projeto da Jillian.

Em questão de medidas, eu aumentei em 6 cm em relação ao mês anterior, porém ainda estou com 10 cm a menos de quando comecei a emagrecer que foi em julho. O peso está 100g a menos que em outubro. Vai entender, né? O jeito é não perder o foco. Simbora!

 

Tchau, chocolate


        Eu sempre achei que era uma piada quando alguém se dizia chocólotra. Porque a imagem que vinha na minha cabeça disso era alguém com tremedeiras, desmaios e mudanças bruscas de humor se não comesse o bendito chocolate.
Sempre fui daquelas que comia, ao menos, um chocolate por dia. Podia ser uma barrinha minúscula (um quadradinho de uma barra), um bombom ou até mesmo barras enormes quando vem a TPM. Mas nunca me classifiquei seriamente nesta categoria, só dizia que amava chocolate.

Até que fui fazer exames de sangue e levei uma bronca da endócrino. Níveis altos de colesterol, trigléciredes e glicose. Achava que tudo isso era resultado das besteiras que comia: croissant, lache de pão branco, salgadinho, Mc donalds, bolo, bolacha…mas nunca tinha parado para pensar no chocolate.

Afinal eu me sentia tão calminha e feliz quando aquele sabor delicioso chegava na minha língua.  E nem queria acreditar quando o oftalmo me disse que as dores de cabeça na TPM poderiam ser amenizadas e até extinguidas se eu não comesse chocolate porque ele é energético e aumenta a circulação do sangue e a pressão, podendo chegar a dor de cabeça.

Mas o alto nível de glicose no meu sangue está me preocupando. Comecei a reparar na minha alimentação para ver o que poderia melhorar isso, afinal Deus me livre de uma diabetes! E vi que aquilo que eu mais gosto de comer, poderia estar me prejudicando: o chocolate.

Foi neste momento que me toquei que estava comendo chocolate quase todos os dias. E com dor no estômago, resolvi me propor um desafio: não comer chocolate até a véspera de Natal. Não é promessa, não. Estou me testando para ver até onde vai a minha força de vontade.

Já se passaram dois dias. Caixas de bombons apareceram na minha frente, chocotone então..nem se fale. Mas estou com o pensamento firme. Faltam apenas 25 dias e eu sei que posso.

Veja bem…não vou dizer adeus, é só um tchau…pra eu tirar esse hábito da minha vida e comer só de vez em quando e em poucas quantidades. O único tipo de chocolate que estou me permitindo comer, é do shake da Herbalife. Afinal, é artificial e só engana mesmo rs.

Mais uma vez escrevo aqui para manter a minha vontade de ter uma vida mais saudável.